DISTINTIVO DA ESPECIALIDADE

Aos Oficiais, Sargentos e Praças a que seja averbada a especialidade de “COMANDO”  é concedido o uso, em qualquer uniforme, no peito e ao centro do bolso superior esquerdo de um emblema conforme modelo gráfico que se apresenta:

Crachá inicial

Crachá inicial dos “COMANDOS” quando, em Angola, se formaram em 1962 tendo sido usado até 1966. Apresenta no seu desenho, em fundo preto, um capacete em branco, sendo o centro decorado com um ramo folhado, uma e uma cimitarra e a sua divisa inicial “AUDACES FORTUNA JUVAT”.

Crachá actual

De vermelho, um punhal antigo em pala, apontado ao chefe, carregado de uma quina de Armas Nacionais, perfilada a prata: bordadura diminuída de negro, perfilado interiormente de ouro.
(Determinação nrº.1 do Ministério do Exército de 16/MAI/66. O.E.Nº.5 /1ª Série).

O LEMA

 

AUDACES FORTUNA JUVAT

(A Sorte Protege os Audazes)

 

Frase retirada da Obra Clássica Eneida, de Virgílio.

O GRITO

 

MAMA SUME!

(aqui estamos prontos para o sacrifício)

 

Grito de guerra dos Comandos, que ainda hoje é utilizado e que foi retirado de uma expressão de uma tribo bantu do Sul de África, usado na cerimónia que ocorria no fim da puberdade, quando os jovens se assumiam como homens e antes de iniciarem a caçada ao leão.

      Grito 'MAMA SUME'

QUERO

 

QUERO!

 

 

O "COMANDO"

 

QUER,  PORQUE SABE,

 

QUER, PORQUE PODE.