Direcção NacionalGaleriaVídeos
50A-250px_

SEMINÁRIO

"O PAPEL DAS FORÇAS ESPECIAIS NAS FORÇAS ARMADAS DOS PAÍSES DA CPLP"

1º Dia - 19 de Dezembro de 2012

Sessão de Abertura

  • 0:38 – Palavras de abertura do Presidente da Direcção Nacional da Associação de Comandos, Dr. Lobo do Amaral;
  • 07:11 – Intervenção da Comissão Executiva, Coronel Tirocinado Marco Serronha;
  • 16:00 – Intervenção do Prof. Dr. Darc Costa – “O Estratégico Triângulo Atlântico: Brasil, Angola, Portugal”;
  • 46:20 – Mensagem vídeo do Chefe do Estado-Maior das Forças de Defesa de Timor Leste, Major-General Lere Anan Timur;
  • 49:04 – Palavras de encerramento pelo Chefe do Estado-Maior do Exército, General Artur Neves Pina Monteiro.

1º Painel:

"AS FORCAS ESPECIAIS NAS FORÇAS ARMADAS DOS PAÍSES DA CPLP - REALIDADES NACIONAIS, INTERCÂMBIOS E EXPERIÊNCIAS DE COOPERAÇÃO"

Sessão 1: EXPERIÊNCIAS NACIONAIS

  • Moderador: Contra-Almirante Luis Picciochi, Comandante do Corpo de Fuzileiros de Portugal.
  • Intervenções:
  • PORTUGAL
  • 03:58 – Coronel Tirocinado Pires da Silva, Chefe da Divisão de Planeamento de Forças do Estado-Maior do Exército;
  • 17:18 – Capitão de Fragata Almeida Gabriel, Chefe do Estado-Maior do Corpo de Fuzileiros;
  • ANGOLA
  • 25:13 – Tenente Coronel Alberto da Silva, Chefe da Secção de Planeamento da Repartição de Planeamento e Instrução das Forças Especiais de Angola;
  • BRASIL
  • 43:30 – General de Brigada Marco António Freire Gomes, Comandante da Brigada de Forças Especiais do Exército do Brasil;
  • CABO VERDE
  • 1:06:46 – Tenente Coronel Domingos Eloy Gomes, Comandante da Guarda Nacional de Cabo Verde;
  • MOÇAMBIQUE
  • 1:22:17 – Coronel Eugénio Roque, Comandante do Centro de Operações Conjuntas do Estado Maior das Forças Armadas de Defesa de Moçambique;
  • 1:31:11 – DEBATE.

Sessão 2: COOPERAÇÃO E INTERCÂMBIOS

  • Moderador: General “Cmd” José Luís Pinto Ramalho, antigo Chefe do Estado-Maior do Exército.
  • Intervenções:
  • ANGOLA
  • 07:00 – Tenente General “Cmd” Cruz Fonseca, Chefe da Direcção de Forças Especiais do Estado-Maior das Forças Armadas de Angola;
  • BRASIL
  • 29:32 – Tenente Coronel Fábio Negrão de Souza, Chefe da Secção de Planeamento e Doutrina da Brigada de Operações Especiais do Exército do Brasil;
  • PORTUGAL
  • 51:07 – Coronel António Pinheiro, Director de Serviços da Cooperação Técnico-Militar da Direcção-Geral da Política de Defesa Nacional, Ministério da Defesa Nacional;
  • 1:13:37 – DEBATE.

2º Dia - 20 de Dezembro de 2012

2º Painel:

"AS FORÇAS ESPECIAIS E A CONFLITUALIDADE E INSEGURANÇA NO SECULO XXI"

Sessão 1: AS FORÇAS ESPECIAIS NOS CONFLITOS ASSIMÉTRICOS GLOBAIS

  • Moderador: Major-General Campos Serafino Comandante da Brigada de Reacção Rápida de Portugal.
  • Intervenções:
  • 04:55 – Tenente Coronel Proença Garcia Adjunto do Chefe do Estado-Maior do Exército e Professor Universitário – “A NOVA CONFLITUALIDADE E AS FORÇAS DE TRANSFORMAÇÃO”;
  • 24:55 – Dr. Nuno Rogeiro (Analista de Assuntos de Defesa e Relações Internacionais e Jornalista) – “AS FORÇAS ESPECIAIS COMO INSTRUMENTO SENSÍVEL DE POLÍTICA DO ESTADO, NO QUADRO DA NOVA CONFLITUALIDADE”;
  • 54:10 – DEBATE.

Sessão 2: AS FORÇAS ESPECIAIS NAS OPERAÇÕES DE SEGURANÇA INTERNA

  • Moderador: Tenente General “Cmd” Carlos Mourato Nunes, antigo Comandante da Guarda Nacional Republicana.
  • Intervenções:
  • ANGOLA
  • 08:38 – Tenente Coronel Alberto da Silva, Chefe da Secção de Planeamento da Repartição de Planeamento e Instrução das Forças Especiais de Angola;
  • BRASIL
  • 19:26 – General de Brigada Freire Gomes, Comandante da Brigada de Forças Especiais do Exército do Brasil;
  • 57:42 – DEBATE.

3º Painel:

"AS FORÇAS ESPECIAIS E AS NOVAS TECNOLOGIAS - PERSPECTIVAS DE FUTURO"

  • Moderador: Major General “Cmd” Carlos Martins Branco, Chefe de Divisão no Estado-Maior da NATO.
  • Intervenções:
  • 05:28 – Tenente Coronel “Cmd” Martins Ruivo, Comandante do Batalhão de Comandos – “As Forças Especiais e as Tecnologias Emergentes”;
  • 33:54 – Engº Carlos Félix, EMPORDEF – “Áreas tecnológicas da simulação e do Comando e Controlo”;
  • 1:03:20 – DEBATE.

Sessão de Encerramento

  • 00:30 – Intervenção de encerramento pela Comissão executiva, Coronel Tirocinado Marco Serronha;
  • 09:01– Palavras do Presidente da Direcção Nacional da Associação de Comandos;
  • 20:53 – Intervenção do Prof. Dr. Luís Tomé, Coordenador Científico do Observatório de Relações Exteriores (OBSERVARE) – “Evoluções e Transformações na Segurança Internacional e Atlântica”;
  • 46:49 – Palavras do Director-geral de Política de Defesa Nacional do Ministério da Defesa Nacional, Dr. Nuno Pinheiro Torres;
  • 54:02 – Palavras de encerramento do Seminário pelo General Gabriel Augusto do Espírito Santo.