Guião de Mérito da 3ª Companhia de Comandos da Guiné

Posted on Posted in Legislação

Nos termos do artigo 34º da Portaria nº 24 107, de 3 de Junho de 1969, manda o Conselho da Revolução, pelo Chefe do Estado-Maior do Exército aprovar o modelo do Guião de Mérito da 3ª Companhia de Comandos, com a descrição heráldica seguinte:

Guião - de vermelho, leão rampante de oiro, segurando na garra dianteira dextra uma espada antiga (com Lâmina de prata, guarnecida, empunhada e maçanetada de oiro); em chefe, numa só linha, a designação da Unidade agraciada - 3ª Companhia de Comandos; em contra-chefe, numa linha superior, a designação do local onde foram praticados os feitos de armas de mérito excepcional - GUINÉ - e numa linha inferior, a designação do mês e do ano em que o feito foi praticado - JUNHO 1968 - estas designações em letras de estilo elvezir, maiúsculas, de oiro, e algarismos árabes, igualmente de oiro.

Bordadura de oiro, com uma coroa de louros, quadrada, frutada, tudo de verde.
Haste e lança - de metal leve e fosco, em tom cinzento-escuro.
Lança - em folha de loureiro, com nervura boleada.

O guião de mérito enfia na haste por meio de uma bainha com três dentículos de oiro e na vareta horizontal por meio de uma bainha contínua, também de oiro, que o mantém desfraldado. O topo distral da vareta horizontal por meio de um cordão de oiro e de vermelho.

O leão rampante segurando a espada antiga simboliza o Exército Português, que a 3ª Companhia de Comandos honrou e prestigiou de forma relevante e excepcional.

A coroa de louros simboliza as vitórias gloriosamente alcançadas pela mesma Companhia.
Os esmaltes significam:
O oiro a nobreza e constância.
A prata a riqueza e eloquência.
O vermelho o ardor bélico e força.

(Ordem do Exército, nº7 1ª Série de 1982)